09/07/2016

SOBRE PADRÕES E AMOR PRÓPRIO

O problema sempre vai começar quando você culpar a si mesmo, independente da situação, quando se culpa, automaticamente, é você quem está criando todo o problema. Preste atenção, o lugar onde vivemos não parece o melhor para aceitações, não quando questões insignificantes ganham espaço sobre quem deveríamos ser, não quando amor fica atrás de mudança. Você precisa de um posicionamento, de uma tribo, não é? É claro que não. Você não precisa fazer nada! Sabe, eu sou uma garota, e isso nunca me impediu de assistir meu time de futebol ou gostar de super-heróis. Por que as pessoas ligam tanto para isso? Por que todo mundo questiona tudo? E por que raios você liga para elas? Vamos esclarecer uma coisa: todas as vezes que algo nos faz mal, só faz porque nós deixamos fazer, anote aí na capa do seu caderno e leve para a vida. Insegurança serve para dificultar todos os seus desejos, mas se ela não existir, todas as vezes que conseguir algo que precisa atravessar o medo, vai ser fraco, e tão vazio, porque não vai existir a superação, entende? Uma vez me disseram que se não for para alguma coisa sair errado, nem faça. É que as coisas boas te trazem prestígio, mas lá no fundo, elas nunca te ensinam. Se não for para ser o que deseja, se não for para atravessar o seu medo, porque é que se vive? Se vive de quê? Pra quê? Você pode ser único, pode cometer os seus melhores eros, e fazer o que quiser, porque quis assim. Se arrisque, e em nenhuma situação, tenha medo de ter um coração partido. 
Talvez, se eu planejasse o que preciso fazer amanhã, onde eu deveria ir, ou arrumasse a minha cama nas manhãs, a minha vida fosse mais organizada, mas não seria a minha vida. Se eu ligasse para as coisas que me impõem como certas, não seria a minha vida, se eu tentasse seguir algo porque me disseram que é um caminho seguro, ainda assim não seria a minha vida. Ela ainda não parece o meu sonho de consumo, mas eu vou arrumando ela sozinha, do meu jeito. Minha mãe me ensinou a não odiar nada, mas eu odeio muitas coisas. Eu odeio as pessoas que tem a audácia de questionar algo que elas nem estão fazendo, eu odeio o preconceito contra quem está sendo o que gosta, e eu odeio todos os padrões de beleza.
O seu cabelo é maravilhoso, as marcas no canto dos seus olhos e cada dobrinha que a sua barriga fizer. Não existe ninguém igual à você, sinta orgulho disso. Sinta orgulho da sua opinião aleatória e das suas palavras autorais, dos seus óculos e do seu jeans rasgado, das suas dúvidas e de cada incerteza que atrapalhar o seu sono. A gente precisa crescer, e ser grande o suficiente para amar de volta quem nos faz bem, amadurecer, para entender o quanto estamos expostos em quedas livres grandes, e ainda assim, segurança, para saber que sempre quando se levantar delas, a vida vai te deixar mais forte. Você vai aprender todas essas coisas, e vai ser muito feliz. Primeiro as provas, mas para si mesmo, porque seja quem for, você consegue, confie em mim.
E outra coisa, o primeiro passo para todos os outros, é prometer para você mesmo, que ninguém pode ter poder algum sobre as suas ideias, seu corpo e seus direitos, fator simples, é tudo seu. Se ame, moça! Crie as suas próprias concepções do mundo, suas próprias causas, a sua própria política, e principalmente, os seus próprios padrões. Ninguém é mais bonito por pesar quarenta e cinco e ter a pele clara, isso também é bonito, mas nunca existiu só um tipo de pessoa, e um tipo de beleza. Porque bonito mesmo é ser simples, honesto e de verdade. As revistas mentem, você é linda!


25 comentários:

  1. Fui lendo e me vi pensando dessa forma, padrões só existem para fazer grandes empresas lucrarem com revistras que a mulher real compra para sonhar, dietas mirabolantes para atingir o corpo escultural da fulana de tal.. nem ligo para padrões, eu ligo para meu sorriso real ao olhar no espelho!
    Falar de amor próprio é pertinente e necessário, arrasou! Um dos meus primeiros posts também foi falando sobre isso.

    Nada é tão lindo quanto o nosso brilho nos olhos, auto estima e amor prórpio! <3

    ResponderExcluir
  2. QUE T-E-X-T-O mais incrível!!
    Odeio padrões, quebro todos e sou feliz assim. Não tenho cinturinha de pilão e muito menos o cabelo liso escorrido. E sabe o quê? Sou tão feliz. Sou feliz porque sou livre. Livre dessa mania idiota da sociedade de querer mandar em tudo e todos. Amor próprio é tudo e quando se tem, não tem ninguém no mundo que te coloque pra baixo. Mais auto estima, moça, você é maravilhosa ♥
    beeeijos

    www.marinaalessandra.com

    ResponderExcluir
  3. Falei recentemente sobre isso em um post meu no qual você comentou que eu te inspiro, agora eu venho aqui te dizer que você também me inspira. Suas fotos são maravilhosas e você é linda! Manda um foda-se para os padrões de beleza e fique com o amor próprio, esse sim não te deixa na mão nunca.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  4. Amei esse texto, o amor-próprio e auto-aceitação pode demorar um pouco a chegar para algumas pessoas, só que quando chega não vai nunca mais embora. Se amar e se aceitar é a melhor revolução que alguém pode fazer contra o mundo que cada vez mais fica querendo fazer todo mundo se odiar e comprar coisas que não precisam para serem iguais aos outros.
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. As coisas vão ser tão mais fáceis quando nós mesmos termos amor próprio, quando nós mesmos aprender que as vezes a culpa não é nossa e sim que o outro tem que cuidar da sua essência.. As coisas vão ser mais fáceis quando as pessoas se abrirem para as mudanças e ver que tanta coisa pode ser melhor para elas.. <3

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Quando era mais nova eu ficava muito chateada por não me enquadrar em várias coisas que as meninas gostavam, eu tinha mais amigos homens, amava animes e mangas.. Hoje eu sei que não preciso me adequar ao gosto de ninguém.
    kisses

    ResponderExcluir
  7. Se eu chorei lendo esse texto? Obviamente.
    Durante muito tempo tive problema de autoestima, e isso chegou a refletir principalmente na minha saúde. Só que é aquela história, aquariana não gosta de ser igual a ninguém, e quando percebi isso foi que mudei pra melhor. Eu passei a me aceitar e sou muito mais feliz.
    Parabéns pelo texto lindo <3

    Beijos
    barbfurtado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Padrões só servem pra nos colocar pra baixo mesmo! eu tava precisando ler um texto assim! parabéns pelo blog
    Blog Dinha Belmont✿
    Página do Facebook
    Instagram✿

    ResponderExcluir
  9. Belíssimo texto Bru!

    "Porque bonito mesmo é ser simples, honesto e de verdade".
    Não poderia concordar mais!!!

    ResponderExcluir
  10. ah a gente tem que se amar do jeito que é, tentar seguir varios padroes da sociedade acaba trazendo mt mais dor e frustração que outra coisa, nos somos lindas como somos

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  11. Eu demorei muito tempo pra me amar como sou, e hoje que me ao o mundo ao meu redor mudou todo, sabe? Enfim, amei o texto!

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  12. É, as revistas mentem demais! Muito photoshop, inclusive!
    Concordo com cada palavra sua! Amei o seu texto, Bru!
    "O seu cabelo é maravilhoso, as marcas no canto dos seus olhos e cada dobrinha que a sua barriga fizer." <3

    Beijo, mariasabetudo

    ResponderExcluir
  13. Um ótimo texto. A gente precisa parar de dar muita importância para a opinião das pessoas sobre a nossa aparência ou que gostamos de fazer. As revistas são muito mentirosas. E somos lindas. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  14. Que texto maravilhoso e necessário!
    Espero que um dia o assunto não seja mais tão necessário e todo mundo aprenda a se amar e se respeitar <3

    Um beijo,
    Foca no Glitter

    ResponderExcluir
  15. Texto lindo. Se amar é ótimo e as vezes não damos conta disso.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  16. Que texto lindo, Bruna!
    Me identifiquei de mais!
    Acho que quase todo mundo tenta ter uma vida para que os outros achem certo. Ou tentam fazer o que os outros fazem para tentar se encaixar nos padrões e ser aceiro e admirado. Eu já tentei muitas vezes. Mas não dá certo, não me sinto bem.
    Há um tempinho, mostrei o dedo do meio para a sociedade e simplesmente não me importo mais com ela.
    Assisto meus jogos de futebol, me maquio pra tirar fotos, assisto minhas séries favoritas, não vou mais pras festas da minha cidade porque só tocam forró, imagino vidas perfeitas... FACO COISAS PRA ME SENTIR BEM.
    Um beijo!

    www.impulsofeminino.com

    ResponderExcluir
  17. aiii esse texto <333 são tantos padrões que nos são impostos que as vezes a gente deixa de ver o nosso melhor né?

    beeeijo :** www.jafomoslegais.com

    ResponderExcluir
  18. Texto Maravilhoso! Precisamos ler mil vezes para nao cair nas armadilhas da sociedade!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Que lindo! Tá favoritado pra ler à cada bad errada!

    Peixinhos, Gabbe!
    Talo de Maçã

    ResponderExcluir
  20. Que texto maravilhoso, parabens!

    Lua xx
    Meu Mundo da Lua - FanPage

    ResponderExcluir
  21. Oi Bru, tudo bem?! =)
    Primeiro preciso começar dizendo, parabéns! Que texto mais lindo, incrível e sensacional! Você falou tudo de uma forma tão certa, usando as palavras exatas que olha, eu adorei mesmo! Realmente temos que nos amar, nos aceitar. Isso é muito importante mesmo, não devemos ficar vivendo neste mundo de "padrão" de beleza... Eu já passei por muitos momentos ruins e na maioria das vezes, por conta desta coisa de ser a pessoa perfeita, ter um "padrão" ideal... As coisas não podem, não devem ser assim... Parabéns mais uma vez pelo texto! <3

    Amore, tem post novo lá no blog, te convido a vir conferir! =)

    Beijos
    Amanda Z.
    www.diariodelooks.com

    ResponderExcluir
  22. Amei amiga arrasou no post :)

    ResponderExcluir
  23. Amei esse texto, muito lindo <3
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir
  24. Padrão é um assunto sério. A gente, muitas vezes, acaba se prendendo nele e acabando com o nosso amor próprio, quando o que devemos fazer é justamente o contrário.

    Beijos!
    www.meianoiteequinze.com.br

    ResponderExcluir
  25. Lindo o texto amei! E sou apaixonada por Life of the party e pelo Shanw <3
    Beijos

    http://heybranca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir